Curso de Colorimetria

No momento em que o assunto é beleza, constantemente buscamos formas de acabar técnicas e procedimentos com a intenção de enfatizar o que há de melhor em cada um. Engana-se quem acha que isto envolve apenas tentativas e suposições. O progresso de uma técnica de atenção com a beleza ação muita estudo e entendimento antes de alcançar ao público apaniguado. E é para garantir que o resultado de todo um pesquisa seja aplicado em execução que os profissionais de cada setor precisam acudir-se informação em distintos fontes, bem como uma capacitação comum.

Falando de saúde e plástica dos cabelos, sabemos que os cabeleireiros são os profissionais mais preparados para adaptar distintos itens e técnicas, já que contem as noções reais que funciona para cada forma de madeixa. Entre as bens de procedimentos para permitir aquela renovada no visual, a coloração é uma das mais procuradas nos salões de beleza. Realizar essa oscilação nos cabelos pode até parecer simples, porém envolve todo um conceito e aplicação de uma arte tragada Colorimetria. Pretende supervisionar mais? Por isso confira tudo sobre essa matemática das cores!

A Colorimetria é uma arte conhecida em muitas áreas para abalizar cores a começar por análise de matiz, intensidade e enchimento. Para aplicá-la, é preciso o entendimento aprofundado dos tipos de cores e de como elas se comportam em correlação às outras. No momento em que usada para a aplicação nos cabelos, essa arte é conhecida como Colorimetria Capilar, e serve de base para que o profissional barbeiro atinja a coloração adequada nas madeixas dos seus clientes.
Hoje, a Colorimetria é usada em vários salões para a reconhecimento de cores naturais, para misturar adequadamente tons e contrastes e similarmente para realizar processos de neutralização. No alcance cromático, toda coloração tem outra oposta a ela, o que faz com que ambas se anulem. Essa estratégia é bastante benéfico para os cabeleireiros, uma vez que permite adulterar o acento dos fios apenas com a conciliação de cores. Essa conciliação costuma ser ensejo com a coloração já presente nos fios e um tonalizante, ou até inclusive com duas cores das tintas misturadas sobre os fios descoloridos.

Com tantas bens distintos, conhecer a composto da Colorimetria pode ser causa para profissionais que desejam preservar um trabalho bem realizado. 2. Por que acreditar as cores das tintas de cabelo? por que acreditar as cores das tintas de cabelo Entender acreditar as cores das tintas e adivinhar seus efeitos nos fios é primordial para assistir bons resultados. O profissional barbeiro é o mais recomendado para essa missão, já que, além de tonalidades, é capaz de identificar distintos texturas e estruturas de cabelos. Conhecendo todos os passos da Colorimetria, o barbeiro pode assistir tonalidades distintos a começar por uma coloração já presente nos fios. Veja as benefícios garantidas pelo aferição acertado das cores das tintas: Cabelos bonitos e saudáveis Com o aferição e a aplicação adequada da Colorimetria, vários procedimentos químicos são evitados a fim de acoimar a altura. Nesse atenção, a saúde e a beleza dos fios é garantida por bastante mais tempo.

Mais baixos chances de cinca Sabemos que a autoridade de um salão de beleza depende completamente do tratamento dado aos seus clientes e, especificamente, do resultado abonado nos procedimentos. Quanto mais informações puder abarcar a partir do pesquisa e capacitação, mais baixos as chances de o profissional claudicar na coloração e mais satisfeitos ficarão seus clientes em cada trabalho executado. Economia de produto Em alguns salões, as despojo de tinta são capazes de alcançar a uma grande porção de produto no momento em que somadas, o que seria um acúmulo se fossem para o lixo. Sabendo acreditar as tonalidades, o profissional possui a capacidade de adiantar as despojo de vários tubos para realizar uma única coloração e dessa maneira acumular recursos com a aquisição de novas tintas. 3. Desvendando a composto da colorimetria capilar Confira a agrupamento de cores, tons e reflexos e dê o primeiro passo para administrar de modo correto as combinações em cada forma de cabelo: classificacao das cores

Cores primárias

As cores primárias similarmente são chamadas de essenciais, já que são necessárias para a obra das demais tonalidades. São representadas pelo vermelho-do-cafeeiro, azul e fulvo, e a soma das 3 consequência no acento castanho. Cores secundárias Similarmente chamadas de complementares, são geradas a começar por 3 combinações com as cores primárias. As cores secundárias são representadas pelo verde, alaranjado e abusivo, no qual verde é a ligamento de azul com fulvo, alaranjado é a ligamento de vermelho-do-cafeeiro com fulvo, e abusivo é a ligamento de azul com vermelho-do-cafeeiro.

Cores terciárias

As cores terciárias são todas aquelas obtidas através da combinação de cores primárias ou secundárias, com muitas bens de conciliação. São capazes de ser utilizadas para a obra de tonalidades mais claras, como o azul-claro adquirido na combinação de verde e azul. Cores frias

São cores obtidas a começar por tons de verde, azul, abusivo, arroxeado e pó. Apresentam menor brilho e por causa disso costumam ser usadas para coarctar e abrir formas, gerando percepção de grandiosidade e abismo. Cores quentes São cores obtidas a começar por tons de vermelho-do-cafeeiro, alegria, fulvo, alaranjado, acobreado e dourado.

As cores quentes são classificadas de acordo com o nível de agitação e costumam ser usadas para abrir-se formas, gerando a percepção de adjacências. Cores neutras São cores obtidas com a combinação de tons quentes e frios como o vermelho-do-cafeeiro e o pó, se tornando pouco vibrantes e, então, pouco visíveis. Por essa qualidade, costumam ser utilizadas para fazer um fundo para abrigo de outras cores. Altura de acento A altura de acento diz respeito ao acento abarcado com a Colorimetria Capilar.

Para agrupar estes tons, há uma cadastro absoluto que pode ser usada para definir as cores naturais e artificias existentes nos cabelos. São 9 tons que compõem a cadastro, indo dos mais escuros até os mais claros: Altura de acento 1: coloração preto azulado Altura de acento 2: preto Altura de acento 3: coloração baio escuro Altura de acento 4: coloração baio médio Altura de acento 5: coloração baio evidente Altura de acento 6: coloração loiro escuro Altura de acento 7: coloração loiro médio Altura de acento 8: coloração loiro evidente Altura de acento 9: coloração loiro bastante evidente Essa talvez seja considerada uma listagem maior parte, já que algumas marcas de itens costumam trabalhar com até 12 alturas de acento.

Nesse caso, o algarismo 10 corresponde ao loiro claríssimo, o algarismo 11 ao loiro ultra evidente e o algarismo 12 ao loiro ultra claríssimo. altura do acento Nas embalagens de tinta para cabelo, a altura de acento é representada pelo primeiro algarismo impresso na caixa. Como adágio: se o algarismo achado for 6, significa que a altura de acento daquela cor é loiro escuro.

Cores automático (Nuances)

Além da altura de acento, uma tinta similarmente pode entregar uma coloração automático. Na embalagem, a coloração automático é representada pelo algarismo que vem em seguida do ponto, isto é, após a recomendação do algarismo de acento. Dessa maneira, se uma cor indica 6.1, significa que o 6 representa o acento loiro escuro e o 1 a coloração automático. Veja a agrupamento: Numeração 1 depois de o ponto: coloração automático pó Numeração 2 depois de o ponto: coloração automático irisado Numeração 3 depois de o ponto: coloração automático dourado Numeração 4 depois de o ponto: coloração automático acobreado Numeração 5 depois de o ponto: coloração automático acaju Numeração 6 depois de o ponto: coloração automático vermelho-do-cafeeiro Numeração 7 depois de o ponto: coloração automático esverdeado cores automático nuances Algumas marcas similarmente trabalham com duas cores de automático em um inclusive produto. Nesse caso, a numeração da cor apresentará 2 dígitos depois de o ponto, o que adequado aos 2 tons de automático. Como adágio, possuimos a coloração alourado acobreado acaju, no qual o alourado é a altura de acento e os reflexos serão acobreado e acaju. O automático que apresenta-se primeiro depois da recomendação do acento constantemente será o mais ostensível no cabelo, enquanto que o de acordo com apresentará somente algumas nuances.

Volumagem

Em cabelos com altura de acento bastante escura e no qual o cliente quer assistir uma coloração mais clara, pode ser preciso um processamento de descoloração (água oxigenada e descolorante). Por ser uma química agressiva e, várias vezes, antagônico com mais procedimentos capilares, ela costuma ser a última escolha dos cabeleireiros para abrir a base dos cabelos. No entanto, é possível restabelecer possíveis danos aos fios com tratamentos específicos e cremes reconstrutores, especificamente no momento em que a química e o atenção assento são realizados com o inclusive profissional. Veja agora a agrupamento desses itens e os resultados possíveis com cada volume: Água oxigenada 10 volumes: protege pouca fixação da coloração da tinta, fazendo com que ela haja como um tonalizante ou banho de brilho. Água oxigenada 20 volumes: frequentemente preserva o acento de base, porém pode alcançar a abrir 1 acento. Água oxigenada 30 volumes: protege o clareamento de 2 a 3 tons, sendo ideal para cabelos com fibras fáceis de abrir. Água oxigenada 40 volumes: protege o clareamento de 4 a 5 tons, sendo ideal para cabelos com fibras complicados de abrir. 4. Passos da colorimetria O pesquisa da Colorimetria pode ser afastado em quatro passos, que envolvem a partir de o consumo de recursos para a abarcamento das cores e suas relações até o aferição de proporções para alcançar ao acento esperado. Passo 1: Astro de Oswald astro de oswald

A astro de Oswald é uma ferramenta muito usada por profissionais que trabalham com Colorimetria. Lhe, estão dispostas as cores primárias, secundárias e terciárias, de forma que o analista possa afirmar quais se anulam e se neutralizam. No momento em que duas cores aparecem opostas na astro, significa que uma delas pode neutralizar a outra. Tendo como exemplo: o azul neutraliza o laranja e vice-versa, então, se o cabelo estiver com um fundo bastante alaranjado e o profissional quiser anulá-lo para fazer uma base neutra, conseguirá adaptar um acento de azul por cima. Conhecer e supervisionar a astro de Oswald é primordial para qualquer barbeiro que quer fixar informações relativas às cores e suas bens na coloração. É a partir desse entendimento que várias tonalidades são alcançadas sem fazer grandes danos aos fios. Outro adágio bem adequado da uso da astro está na conhecida execução de matização dos cabelos loiros. Nesse caso, a altura amarela das madeixas — várias vezes indesejada — pode ser neutralizada com a aplicação de uma tinta ou tonalizante abusivo, por causa de essa é a coloração oposta do fulvo.

O resultado é um cabelo loiro com acento mais acinzentado e amortecido, isto é, um loiro neutralizado. 2. Fundo de clareamento fundo de clareamento O fundo de clareamento é afetado pela atrevido de cores, as quais representam possíveis tons a serem alcançados ao longo o clareamento. Para utilizar este recurso, é necessário que o profissional rápido em conta os pigmentos naturais das fibras do cabelo, já que nem sequer todos são iguais. A coloração natural presente em cada cabelo varia de uma indivíduo para outra, sendo influenciada pela genética, refeição e afazeres gerais com os fios. Há principalmente 2 tipos de pigmentos, e a coloração de base final será determinada pela porção de cada um presente nas fibras capilares: Eumelanina Pigmento presente em cabelos que vão do preto ao vermelho-escuro, então, é mais complicado de ser abditivo por outras tinturas. Ao inclusive tempo, a estrutura desse pigmento é granulosa e muito concentrada, o que torna menos difícil a sua afastamento dos fios. Nesse caso, o clareamento acontece de forma mais ágil e simples.

Feomelanina Pigmento presente em cabelos com tonalidades que vão do vermelho-do-cafeeiro intensivo ao fulvo, dando origem aos fios de cores claras e médias. Como apresentam tonalidades mais claras, são encobertos fácil por outras tinturas, frequentemente sem a necessidade de adaptar uma segunda base ou corporificar a descoloração. Por outro lado, ao contrário do primeiro pigmento, a feomelanina é mais complicado de ser afastamento dos fios. Desta maneira, o clareamento de cabelos mais claros é mais alongado e pode provocar mais danos no momento em que comparado às madeixas escuras. Identificar o forma de pigmento presente no cabelo protege a aplicação adequada da cor nos fios, já que o resultado do acento é influenciado pela coloração presente na base natural. A partir dessa etapa, cabe ao profissional utilizar seus competências de Colorimetria para obter a melhor saída e adequá-la ao atração física do cliente. 3. Análise e reconhecimento

Nesse passo, são levantadas as qualidades existentes e as qualidades desejadas dos fios. Após identificar o fundo de clareamento, o barbeiro precisa abordar com seu cliente para entender qual a coloração a ser alcançada ao longo o técnica de coloração. O reconhecimento é fundamental visto que similarmente leva em conta a estrutura do amarrilho, permitindo ao profissional adotar uma técnica que possa ser adaptável com o forma de cabelo. Uma indivíduo que chega ao salão com os fios bastante sensíveis e danificados não pode mudar por um processamento de descoloração. Nesse caso, o orientação de um profissional é essencial para a aplicação da Colorimetria em procura da altura mais próxima do esperado. 4. Matemática da colorimetria Este é o passo no qual a Colorimetria é aplicada, no momento em que os profissionais escolhem o forma de tinta de acordo com o fundo de clareamento e a altura desejada para o cabelo do cliente. Através da soma de duas cores — a presente no cabelo e a da cor — o barbeiro pode neutralizar a base para por isso adaptar o tonalizante ou tinta com a coloração que tingirá os fios. 5.

Conheça a matemática da colorimetria matematica da colorimetria Para garantir bons resultados com a Colorimetria, é primordial que o barbeiro saiba adaptar cálculos exatos na combinação de seus itens. Na procura do acento ideal, são utilizadas coisa simples da

Calculando os tons de base

Assistir um bom acento de base é passo fundamental para que a coloração aplicada logo após fique o mais próximo possível da indicada na embalagem. Para conseguir isto, vários cabeleireiros costumam acasalar distintos cores para assistir uma única altura. Digamos que indivíduo queira alcançar a um acento loiro escuro com automático acobreado, isto é, de numeração 6.3 de acordo com a agrupamento das cores de acento e automático. Para isto, é possível misturar baio evidente, loiro escuro e loiro evidente, com respeito, alturas de acento 5 + 6 + 8. A soma da numeração dessas 3 cores dá 19, que será afastado pela porção de cores misturadas: 19/3 = 6,3333333333. Nesse caso, a numeração consecutivo corresponde ao loiro escuro com automático dourado, chamado de 6.3. Definindo a coloração do automático Usando como base o adágio antecedente, dá para perceber que o resultado não é sempre que gera um algarismo inteiro. Em um aferição de loiro escuro que gera o algarismo 6.3333333333, alguns profissionais são capazes de ter dúvidas em qual coloração de automático usar ao longo a coloração. Para evitar complicações, a orientação é arredondar para um acento acima — no momento em que o algarismo depois da vírgula for maior que 5 — ou abaixo — no momento em que o algarismo depois da vírgula for menor que 5. A coloração de automático do adágio antecedente foi mantida visto que o algarismo após a vírgula se repetiu diversas vezes, posto isto a melhor escolha para este forma de resultado.

6. Dicas para utilizar a colorimetria no dia a dia dicas para utilizar a colorimetria no dia a dia

Por ser uma arte muito ampla, a Colorimetria constantemente traz uma coisa distinto para as pessoas que pretende adestrar-se novas formas de adaptar e misturar cores. Posto isto, além do pesquisa e capacitação citado, é necessário que os profissionais estejam preparados com dicas e informações sobre o consumo dessa matemática da beleza. Veja como aumentar a experiência do trabalho com a Colorimetria e garanta bons resultados: Tenha em mente dos números que correspondem às cores Do mesmo jeito que todo pesquisa possui sua bocado de decoreba, é fundamental que profissionais empenhados em utilizar conceitos da

Colorimetria saibam a numeração de cada coloração presente nas tabelas. Com essa informação fixada, encontra-se menos difícil acreditar os tons que serão aplicados nos cabelos dos clientes. Atenção para que a divisão seja constantemente ensejo de acordo com a porção de cores misturadas, uma vez que dessa maneira o resultado será constantemente acertado.

Use tintas e tonalizantes de qualidade Tinturas de qualidade e dentro do tempo de utilidade são fundamentais para garantir uma altura bonita e acatador às aguardamento. Posto isto, tome atenção com a armazenagem desses itens, observando constantemente as condições antes de adaptar nas misturas. Um simples canal de tinta derrota pode abalar completamente a coloração da conciliação, e você não apreciaria de ser abismo de abalo desse modo, não é? Faça teste de aborrecimento O mercado de tintas capilares está constantemente repleto de novidades, com itens que prometem resultados cada vez melhores.

No entanto, saiba que se arriscar nessa diversidade pode ser arriscado se você não souber acarear as cores de novas itens com as que já conhece. De uma marca para outra, é bastante comum existirem diferenças perceptíveis de tonalidades, então, faça teste de aborrecimento toda vez que solucionar utilizar um produto novo. Este atenção similarmente é oportuno para descartar qualquer capacidade de comportamento alérgica nos seus clientes. Pratique constantemente Como dizem por aí, a execução leva à acme.

É por causa disso que, antes de ser um bom profissional, você necessita analisar, atestar e até claudicar diversas vezes. É com o cinca que você avalia pontos bons e ruins e seleciona apenas o que é afirmativo para seu trabalho. Evidente que ninguém pretende adaptar uma combinação errada no cabelo do cliente, por isso, como realizar?

Uma ótima orientação é iniciar com fios sintéticos e em seguida mudar para os naturais. Você pode fazer com mechas descartadas ao longo os afável no salão e realizar a combinação de cores para observar o resultado. Passado um bom tempo da execução, você fará os cálculos depressa e sem bastante força. Na procura da plástica excelente, a ligamento de competências novos e antigos vem sendo uma ótima saída para os profissionais que cuidam da saúde dos cabelos. A informação é a base de tudo, e está presente nos mais variados lugares em maneira de cursos, palestras, revistas e similarmente na internet.

Ao barbeiro mais afoito, cabe o desejo de adestrar-se cada vez mais e adiantar os recursos disponíveis para a prática de um trabalho adequado e acertado de admiração.

E você, já conhecia o conceito ou qualquer ferramenta da Colorimetria Capilar? Deixe sua avaliação nos comentários!